Antes da chegada das plataformas low-code acreditava-se que todos os desenvolvimentos eram iguais: uma fase de levantamento, seguido de uma longa fase de codificação e no final os testes. Nesse momento a fase de codificação deveria ser feita por pessoas extremamente técnicas, com conhecimento profundo de linguagem de programação, um processo bastante moroso.

No entanto, os métodos ágeis vieram para quebrar paradigmas e promover entregas mais rápidas para as áreas usuárias, não que a complexidade tenha diminuído, mas sim que o processo desenvolvimento evoluiu, fazendo com que os entregáveis fossem menores e disponibilizados mais rapidamente, através dos frameworks ágeis.

Com o advento do low-code as entregas ficaram ainda mais rápidas e agora com muito mais valor para as áreas de negócio.

SCRUM: framework ágil para gestão de projetos

O Scrum é uma das ferramentas da metodologia ágil mais utilizadas no gerenciamento de projetos no momento, visando potencializar o trabalho das equipes fazendo entregas de forma eficiente e constante. Algumas das maiores vantagens de usar o Scrum são: 

  1. Transparência: todos os envolvidos no projeto têm informações frequentes sobre o andamento das entregas por meio das reuniões;
  2. Adaptabilidade: se algo importante acontece no meio do projeto e precisa de atenção então o backlog do produto é alterado e mais uma vez priorizado pelo PO (product owner) para a próxima sprint;
  3. Feedback contínuo: por meio da reunião diária e de review, ao final de cada sprint, todos os envolvidos ficam sabendo como está o andamento do projeto e possíveis pontos de melhoria.
  4. Entrega contínua de valor: tudo o que for mais importante para o projeto prosperar estará sendo entregue desde o início pois foi priorizado e cada sprint garante uma entrega de valor ao negócio.
  5. Redução de gastos: por meio de avaliações frequentes pelo time há uma melhora na qualidade dos projetos, evitando riscos e reduzindo falhas, além de entregar o que for mais importante primeiro, possibilitando descartar tarefas supérfluas e reduzir o tempo total do projeto.

Low-code são plataformas para desenvolver software com ainda mais agilidade

Você já ouviu falar de Low-Code? Pode-se dizer que o desenvolvimento em plataforma Low-Code é um processo que visa tornar o desenvolvimento de software mais fácil e mais rápido do que o método tradicional de codificação.

Essa abordagem minimiza a codificação por meio do uso de modelos pré-definidos, técnicas de design gráfico e ferramentas de arrastar e soltar para criar um software.

Uma das maiores razões pelas quais as empresas estão migrando para plataformas de desenvolvimento de aplicativos low-code se deve ao fato de os departamentos de TI terem grandes gargalos para serem resolvidos antes que um novo software seja criado e implementado.

Com o desenvolvimento nessa plataforma, é possível que uma empresa desenvolva um programa de software rapidamente. Isso tudo sem esperar meses ou anos para o desenvolvimento do sistema como já acontece.

Um novo modelo, o Agile-X

Tudo muito legal até agora, só que é possível desenvolver aplicações de software 10 vezes mais rápido do que pelos métodos tradicionais, e é isso que vamos falar mais nesse artigo. E olha que já tem muitas empresas se beneficiando disso.

Mas afinal o que é o Agile-X na prática? É um modelo que agrega low-code e multiexperiência aos frameworks ágeis Scrum ou Kanban, por exemplo. O Agile-X liga pontos fundamentais para área de TI reduzir o tempo de desenvolvimento de sistemas com a metodologia ágil, permitindo a sincronicidade entre planejamento e execução.

O modelo AGILE-X vem transformar a relação da área de desenvolvimento de sistemas com as áreas de negócios, viabilizando entregas com qualidade e redução de custos. Estamos vivendo um momento em que a novidade das metodologias ágeis, com seus rituais, processos, dinâmicas e métodos, virou commodity e o que era novo agora é lugar-comum. Por isso é necessário mudar de patamar. Os negócios estão seguindo em transformação, num ritmo jamais visto, isso com suporte da tecnologia. Novamente nos deparamos com demandas exponenciais de negócios, que visam atender as relações entre empresas e comunidades, gestores e colaboradores, cada vez mais ágil. 

Imagine que não fosse mais necessário “codar” os sistemas! Pois é, você não precisa mais utilizar 80% do tempo planejado para criação de um app ou sistema WEB em codificação, utilizando linguagens que ainda estão baseados em resolver paradigmas do início dos anos 2000. Os paradigmas e urgência para prevalecer-se nas oportunidades, hoje, são outros.  Várias corporações ao redor do mundo como a Honda, Intel, Mercedes Benz, HDI, FCA e várias outras  já estão seguindo este caminho, através da Multiexperience Development Platforms.

Multiexperiência refere-se às várias permutações de modalidades (por exemplo, toque, voz e gesto), dispositivos e aplicativos com os quais os usuários interagem em sua jornada digital pelos vários pontos de contato. (AIMultiple)

Imagem: Outsystems

Segundo o Gartner, até 2023, mais de 25% dos aplicativos móveis, aplicativos progressivos da Web e aplicativos de conversação em grandes empresas serão criados e/ou executados por meio de uma plataforma de desenvolvimento multiexperiência. (Outsystems)

https://www.outsystems.com/-/media/images/resources/gartner-quadrant-mobile-development-platforms/gartner-mxdp-mq-2019.png

Imagem: Gartner

As plataforma de desenvolvimento multiexperiência conseguem reduzir o tempo de desenvolvimento em até 60%, de acordo com empresas que utilizam ferramentas multiexperiência. 

E para quem é o Agile-X?

Agile-X é para as empresas com uma área de TI que às vezes parece que vão se afogar em um mar chamado backlog, que precisam acompanhar as mudanças e solicitações das áreas de negócios, mas que não têm recursos humanos o suficiente, seja por capacidade técnica ou curva de aprendizado do negócio, afetando assim seu desempenho e aumentando o risco de perder o timing de oportunidades. Enfim empresas que buscam conduzir estratégias baseada em tecnologia, para o melhor desempenho presente e futuro e se destacarem dos concorrentes do mercado digital. 

Sistemas digitais são o novo ouro do mercado

À medida que a tecnologia avança os clientes começam também a exigir experiências novas. Isso leva as empresas a investir em plataformas que lhes permitam desenvolver pontos de contato digitais com facilidade. 

Imagem: Statista

O crescimento de aplicativos para smartphones e tablets se tornou exponencial no final dos anos 2000, e ainda continua levando as empresas a procurar plataformas de desenvolvimento para facilitar a criação de aplicativos móveis. Com a crescente importância de novos dispositivos, como wearables ou novas interfaces, como linguagem natural, há uma demanda crescente para as empresas se adequarem. 

Chatbots, realidade aumentada, realidade virtual e vestíveis são o futuro (e já estão acontecendo) da tecnologia para uso cotidiano por todos nós. Se as empresas de desenvolvimento não se atentarem a essa evolução então ficarão para trás e perderam mercado. (AIMultiple)

A Spark Systems desenvolve o projeto que seu negócio precisa, com foco em entrega rápida e excelência no produto final. Nossa equipe possui especialistas nas diversas áreas de software e design, que criam sistemas modernos com tecnologias de mercado.

Bem-vindo ao mundo pós-digital!

Tags ///// Categories Agile-X/Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *