Vamos falar de IA, internet das coisas (IOT), big data, machine learning, 5G e muito mais, continue lendo para estar antenado com o mercado de tecnologia, pois, invariavelmente, ele está presente no seu dia a dia.

2020 foi o ano das conferências online

Percebemos que 2020 foi o ano das lives, webconferências, reuniões online e por isso muitas plataformas como Zoom, Google Meet, GoToMeeting, Microsoft Teams e até mesmo o Skype cresceram bastante. O Zoom Meetings foi de longe o mais conhecido, segundo a Exame¹: Companhia que trabalha com serviço de chamadas de vídeo cresceu durante a pandemia e ações já acumulam alta de 539% desde o começo do ano [até setembro de 2020, data da reportagem].

Criado no Vale do Silício em 2011, o Zoom se destacou entre os concorrentes (Google Meet, Webex, Teams, Skype, entre outros) por suportar mais de 100 usuários em uma chamada de vídeo simples. Em webinars e outros modelos, a quantidade pode superar 500 pessoas.

Embora tenha sido assim no ano passado, todos sabemos que passou a onde das plataformas de conferência. Claro que ainda são e continuarão sendo usadas, mas o ano de 2021 promete muitas outras tecnologias que vão mudar nosso dia a dia.

O que fica de lição aprendida como consequência da crise de COVID-19 no mundo é que a digitalização se tornará ainda mais popular e praticamente obrigatória para as empresas continuarem existindo e conquistando novos clientes. 

Precisamos mudar as coisas como eram

É óbvio que vários mercados já estão muito à frente de outros quando o assunto é tecnologia e disrupção, podemos citar o setor automobilístico com carros autônomos e elétricos, toda a cadeia do setor aeroespacial e o mercado de consumo.

Entretanto, os setores tradicionais ainda carecem de um aprofundamento em tecnologias que mudem a forma como os processos são executados e os consumidores impactados. Construção, energia, saúde e educação ensaiam sua digitalização há muito tempo, e é claro que já avançaram bastante e fazem uso de várias tecnologias, mas é sabido que têm um longo caminho ainda a percorrer.

Em 2017 a gente já falava de Inteligência artificial, internet das coisas e big data. A pergunta que fica é: o quanto dessas tecnologias você vê no seu dia a dia?

Garanto para você que elas estão por aí, a questão é que não se popularizaram ainda, há poucos produtos no mercado que adotam IA por exemplo. Já Cloud é algo que já faz parte da nossa vida que temos que parar para pensar em que não estamos ligados com a Nuvem.

Startups, carregadas de tecnologia e inovação, vieram numa crescente viabilizando negócios, soluções e mercados. Onde antes não enxergávamos possibilidades de mudança tivemos então uma quebra de paradigma que nos fez repensar até as relações humanas. Uber, AirBnb, Nubank, QuintoAndar, Loggi, MaxMilhas, Conta Azul, Contabilizei são apenas algumas para citarmos como negócios que mudaram processos, forma de relacionamento, estruturas e até criaram novas demandas no mercado.

Apostando em 2021

Assim como governos, organizações e a população está pensando na recuperação do mundo pós covid-19, presidentes de empresas estão confiantes quanto o uso de tecnologias na recuperação do mercado. 

Foi realizada uma pesquisa³ no Brasil com 50 líderes e a maioria deles apontou a inteligência artificial, machine learning, 5G e internet das coisas como as principais tecnologias que mais impulsionadas pela pandemia. 

“Quando questionados sobre quais tecnologias terão o maior impacto na recuperação global da Covid-19, um em cada quatro (25%) dos entrevistados disse que IA e machine learning.”

Segundo o blog da Embratel [4] o 5G tem papel fundamental na maior abrangência de todas as demais tecnologias, por motivos óbvios já que estamos cada vez mais conectados. O 5G está previsto para final do primeiro semestre de 2021. De segurança de rede a maior largura de banda, o 5G será capaz de manter as operações online, quase sem interrupções. 

Por estarmos mais conectados a segurança é ponto crucial. Tentativas de invasões e ataques do tipo ransomware ou DDoS são cada vez mais preocupantes e podem levar uma organização à falha geral e centenas de milhares de pessoas prejudicadas. 

Internet das coisas, vestíveis, ou como queira chamar

Smartwatches já fazem parte do nosso dia a dia há algum tempo, estão cada vez mais repletos de funcionalidades e customização. Glasses foi uma aposta do passado que não vingou, mas eles retornarão em breve, como apontam alguns releases. 

O CES (Consumer Eletronics Show) 2021 começou segunda-feira passada, 11 de janeiro, e trouxe dezenas de aparelhos para casas conectadas, uso pessoal e como não poderia faltar, saúde.

Outros gadgets: acessórios bluetooth como fones de ouvido, assistentes virtuais como Alexa, Google Assistente e a própria Siri, dentre diversos outros, passaram a fazer parte da nossa rotina e sem eles não estaremos tão confortáveis mais. 

Olhando para o futuro (não tão) distante

Computação quântica: a tecnologia irá avançar tanto que um supercomputador de hoje em dia será facilmente superado pela nova geração que está por vir. A computação atual, por mais tecnologia que esteja envolvida, não é suficiente para superar alguns desafios de maior complexidade computacional. A computação quântica é a responsável por entregar esse novo patamar de tecnologia.

Computação quântica diz respeito à exponencialidade de processamento que os computadores sofrerão, e ainda é aliada de uma maior segurança por meio de criptografia avançada.  

Moeda digital e blockchain: bitcoin é uma moeda digital que funciona para realizar transações financeiras como qualquer outra moeda, porém vinculada a uma segurança no processo, garantida pelo blockchain (tecnologia por trás do ativo digital). Claro que existem vantagens e riscos envolvidos com essa tecnologia, mas isso é tema para uma outra postagem. Blockchain é a tecnologia de transmissão de informações que viabiliza a moeda digital, as informações são criptografadas de forma que fica impossível serem quebradas ou hackeadas. 

Como tudo em tecnologia perpassa por segurança, e esse novo formato, que já está em uso e testes e melhoria contínua, blockchain é uma das apostas para esse e os próximos anos.  

Vem muito mais por aí, você está preparado?

Referências

  1. https://exame.com/tecnologia/acoes-da-zoom-sobem-47-apos-crescimento-gigantesco-da-empresa-no-2o-tri/
  2. https://cio.com.br/tendencias/o-que-esperar-da-tecnologia-em-2021-apos-uma-pandemia-global/
  3. https://cio.com.br/tendencias/para-cios-e-ctos-machine-learning-ia-5g-e-iot-serao-as-tecnologias-mais-importantes-em-2021/
  4. https://mundomaistech.com.br/ti/transformacao-digital/6-tendencias-de-tecnologia-para-2021-sua-empresa-esta-preparada/
  5. https://gizmodo.uol.com.br/ces-2021-melhores-wearables/
  6. https://g1.globo.com/economia/tecnologia/ces/2021/noticia/2021/01/11/maior-feira-de-tecnologia-do-mundo-ces-2021-comeca-nesta-segunda-em-formato-digital.ghtml
Tags /////// Categories Blog/Tecnologias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *